Notícias

Mais Gestão oferece de forma gratuita metodologias para prefeituras de todo país


A plataforma Mais Gestão está disponível para que prefeituras de todo país possam adotar práticas de melhoria em gestão. A iniciativa do Movimento Brasil Competitivo, desenvolvida em parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e a Fundação Brava, oferece de forma inédita metodologias para a transferência de experiências que deram certo em municípios brasileiros.

“A atuação do MBC na transformação do setor público tem sido um pilar fundamental para aprofundar o conhecimento e acesso a tecnologias de gestão. Porém para chegar a um grande número de municípios brasileiros, precisávamos usar a tecnologia como ferramenta-chave”, afirma a superintendente do MBC, Tatiana Ribeiro.

Segundo Tatiana, nos últimos anos, o número de experiências inovadoras e bem-sucedidas para a melhoria da gestão pública cresceu significativamente. Nesse cenário, estados e municípios têm buscado ferramentas para a eficiência na gestão como resposta à demanda por melhoria da qualidade dos serviços prestados ao cidadão.

Nesse sentido, a plataforma Mais Gestão foi criada e oferta um banco de dados das melhores práticas em gestão pública no país. Por meio de um site, os gestores poderão conhecer casos de sucesso em diversas áreas, relatar uma boa prática e, principalmente, implantar uma experiência que já teve sucesso em outra cidade.

Na primeira fase do projeto, os municípios que se inscreverem para participar terão à disposição duas metodologias. A primeira delas tem como tema a arrecadação fiscal, com a implantação de nota fiscal eletrônica de serviços. A metodologia apresenta um passo a passo de como colocar em prática o serviço, incluindo o investimento necessário e as vantagens de instituir todo o processo.

O segundo método ofertado é na área de educação. O caso do Programa de Intervenção Pedagógica (PIP) feito pelo governo de Minas Gerais fez com que o estado alcançasse o primeiro lugar do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) dos anos iniciais em 2013, a partir de um novo modelo de gestão pedagógica. Com o lema Toda criança lendo e escrevendo até os 8 anos de idade, o PIP mudou o cenário da educação mineira com a implantação em escolas estaduais e municipais. O processo envolveu monitoramento sistematizado, por meio de acompanhamento direto nas escolas e nas salas de aula, foram executadas diversas estratégias de intervenção. O percentual de alunos do estado no nível recomendado de proficiência em leitura e escrita foi de 48,6% em 2006, para 88,9% em 2011. O IDEB dos anos iniciais, que em 2007 era 4,9, chegou a 6,2 em 2013. Esse resultado garantiu a replicação da iniciativa em mais de 900 municípios, 99% dos municípios mineiros.

As metodologias oferecidas possuem quatro fases: iniciação, adaptação e preparação, teste piloto e implantação. “Investir no compartilhamento de conhecimento na gestão pública é o caminho para fomentarmos a transformação”, enfatiza Tatiana. No dia 23 de novembro, a plataforma Mais Gestão foi lançada em São Paulo, durante o Encontro Anual do MBC. Na ocasião, o recém-prefeito eleito, Geraldo Júlio, assinou adesão ao projeto, interessado na metodologia na área de educação básica. O diretor jurídico do Consórcio Intermunicipal da Região Oeste Metropolitana de São Paulo (CIOESTE), Carlos Eduardo Siqueira Abrão, também assinou a parceria. A pretensão é de transformar a região, que contempla as cidade de Barueri, Carapicuíba, Cotia, Itapevi, Jandira, Osasco, Pirapora do Bom Jesus e Santana de Parnaíba, em referência no profissionalismo da gestão pública. "Achamos que esse passo é fundamental pra atingir nosso objetivo: estabelecer processos simplificados no sentido de atrair desenvolvimento econômico para região com a experiência do MBC. Uma parceria que vai beneficiar oito municípios de uma só vez", comemorou.

Para participar é necessário acessar a página www.maisgestao.org.br e fazer o cadastro de sua prefeitura. O MBC entrará em contato com as prefeituras interessadas para detalhar as etapas e contrapartidas necessárias para adesão do primeiro grupo que já irá começar os trabalhos no início de 2017.

Fonte: MBC

Arquivo

Clientes

  • Unidade de Negócio de Abastecimento e na Engenharia
  • Sabesp (Corporação), Diretoria Metropolitana,  Unidades de Negócio Centro, Norte, Leste, Oeste e Sul,  Superintendências de Gestão de Risco e Qualidade, de Planejamento, de Gestão de Empreendimentos, de Planejamento e Desenvolvimento, de Tratamento de Água e de Tratamento de Esgotos